Aprenda a escrever bem: o guia definitivo
[editar artigo]

Aprenda a escrever bem: o guia definitivo

O conteúdo é rei.

Se você está lendo este texto agora, é quase certo que concorda com a frase acima.

Caso ainda tenha alguma dúvida do quão válida é a frase, aqui vai um dado pra te convencer: na última edição do relatório feito pela Hubspot, 53% dos respondentes afirmaram que a criação de conteúdo para o blog institucional é a prioridade na estratégia de Inbound Marketing.

Cada vez mais empresas estão percebendo que produzir conteúdo de qualidade e que esteja à disposição dos consumidores pode trazer benefícios reais para os negócios. Portanto, investir na área é um caminho sem volta. Mas como produzir conteúdo claro, objetivo e que chame a atenção do usuário?

Como escrever bem: o passo a passo

Não existe fórmula secreta, mas existem boas práticas. Neste post nós trouxemos sete dicas que vão te ajudar a produzir conteúdo de qualidade e relevância.

Para começar, já vamos falar que criar conteúdo de qualidade leva tempo. Então se a sua ideia ao ler este texto era conseguir dicas para escrever bem e de forma rápida, sinto dizer que não vai ser aqui que você vai encontrar a resposta que deseja. Até porque [spoiler] acreditamos que qualidade e velocidade são palavras que, apesar de rimarem, não combinam na vida real.

O que vamos mostrar aqui é como otimizar o tempo de produção do texto, focando nos aspectos que classificam seu conteúdo como sendo excelente.

Para isso, dividimos as sete dicas em três etapas — antes, durante e depois — explicando no que você precisa prestar atenção durante cada momento da produção do texto. Vamos lá?

Antes: planejando a história que você quer contar

Dica 1: Tenha em mente seu público-alvo e em qual momento da jornada do cliente ele se encontra

O tom e a linguagem do seu texto precisam levar em consideração as buyer personas da sua marca, que nada mais são do que os consumidores que compram o seu produto ou serviço.

As personas são perfis que você constrói com base nas características dos clientes que você já possui ou deseja possuir. Toda a sua estratégia de conteúdo precisa ser criada com o objetivo de chamar a atenção de quem se enquadra nesta descrição.

Após definir bem sua buyer persona, é necessário pensar em qual estágio da jornada do cliente o texto se encaixa e escrevê-lo levando esta etapa em consideração. Tradicionalmente, a jornada do cliente conta com os três estágios abaixo:

- Pesquisa: é quando a persona percebe que está com um problema ou oportunidade nas mãos (dependendo do caso), mas ainda não tem uma ideia formada sobre o que é e busca na internet conteúdos que a ajudem a dar nome para o que está se passando no momento.

- Consideração: acontece quando a persona já entendeu o problema ou oportunidade que possui e está buscando o máximo de informações sobre o tema, para entender qual a melhor estratégia que ela pode adotar.

- Decisão de compra: a persona já decidiu o que fazer para lidar com o problema ou a oportunidade identificada e está escolhendo a empresa parceira que irá ajudá-la neste projeto.

Dica 2: Faça um resumo do que você quer escrever

O resumo irá te ajudar a definir o tópico principal do seu texto, o objetivo que você deseja alcançar e os temas que você pretende abordar. Isso inclui colocar no documento as pesquisas, imagens e exemplos que irá usar na “versão oficial”.

Um bom resumo garante que você não se esqueça de abordar um ponto importante e também evita o famoso “branco”, pois você já terá toda a sua estrutura de texto montada. Será preciso apenas desenvolvê-la.

Durante: dando corpo e alma ao texto

Dica 3: Capriche na introdução

Um comportamento comum de quem passa muito tempo on-line é “desistir” de algum conteúdo caso ele não desperte o interesse nas primeiras linhas (ou segundos, no caso de vídeos), pois o número de informações disponível é sempre maior do que conseguimos absorver. Por isso é importante reservar um tempo para pensar na melhor forma de iniciar o seu texto.

Algumas técnicas de introdução utilizadas com frequência são:

- Pergunta: um método eficaz para criar identificação com quem está lendo o texto. É um recurso que costuma trazer bons resultados, mas é preciso utilizá-lo com cuidado para não desgastá-lo. Afinal, ninguém quer ler um texto cheio de questionamentos.

- Informação: algum dado (seja estatístico ou percentual) ajuda a dar e força ao texto e pode ser usado pelo leitor em oportunidades futuras, aumentando a confiança que ele tem em seu canal.

- Polêmica: diferente da pergunta, que pede a opinião do usuário, a introdução neste formato já colocaria uma ideia controversa como verdadeira. É eficaz quando o objetivo é desmontar uma ideia ou conceito equivocado.

- Frase: utilizar uma frase conhecida ou que tenha relação com o tema discutido — como a que fizemos no início deste texto — pode ajudar a reter a atenção do leitor.

Dica 4: Organize o texto

A principal diferença em produzir conteúdo para a internet está no fato de que você não precisa “apenas” escrever bem: o texto também precisa ser desenvolvido pensando em aparecer nas ferramentas de busca, de forma a deixá-lo na primeira página de pesquisas.

A boa notícia é que os robôs e algoritmos usados para posicionar os sites nas ferramentas de busca estão cada vez mais sofisticados e conseguem medir a qualidade da informação pelo “conjunto da obra” e não apenas por padrões de repetição de uma palavra-chave ao longo do texto.

Ou seja: facilite ao máximo a leitura do seu conteúdo porque estes são os detalhes que as ferramentas atuais levam em consideração. Alguns recursos utilizados para auxiliar na leitura de conteúdo são:

- Subtítulos (essenciais para o SEO);

- Listas (5 coisas para...);

- Bullet points (como esses);

- Uso (moderado) de negrito e itálico;

- Evite parágrafos longos (procure escrever de 3 a 4 linhas);

Depois: acabamento e ajustes finais

Dica 5: Revise, revise e, por via das dúvidas, revise novamente

Quem trabalha com redação web sabe o quão importante é reler todo o conteúdo escrito porque sempre você irá encontrar algo para corrigir ou melhorar. Este texto por, exemplo, teve alguma parte da sua estrutura modificada — não estou falando de correção ortográfica — três vezes após a versão final.

Se possível, após reler todo o conteúdo e fazer as sugestões que achar importante, envie o texto para ser revisado por outra pessoa. É comum a pessoa que escreveu o texto — por mais que procure — não enxergue algum ponto que precise ser melhor desenvolvido ou alguma palavra com erro de ortografia.

Dica 6: Confira os aspectos técnicos e visuais

Além de explorar os recursos disponíveis na sua plataforma de texto, confira se é possível também já sugerir a meta description da postagem — aquele texto pequeno que aparece abaixo do título do seu post na busca. Uma meta description feita por você tem muito mais chances de chamar a atenção do usuário do que uma criada por um algoritmo.

Também invista seu tempo na escolha dos recursos visuais — imagens e vídeos — que serão utilizados. A quantidade pode variar de acordo com a capacidade da plataforma que você usa. O que não pode ocorrer é deixar o texto sem apoio visual: isso diminui muito o interesse das pessoas pela postagem e compromete o retorno do trabalho empregado na construção do conteúdo.

Dica 7: Defina o título

Por último, mas de forma alguma menos importante, está o título do texto, o fator que será responsável por trazer grande parte dos usuários para o seu site e que, por isso, precisa ser bem pensado.

Recomendamos deixar a escolha do título por último porque será “menos difícil” pensar em uma sugestão que consiga apresentar ao leitor o que ele verá nas linhas que seguem. Não se contente em pensar em uma única opção: a ideia é escrever entre 10 e 20 variações — e se desafiar em cada uma delas — para, então, decidir qual é a melhor. Exige esforço, mas a escolha certa pode fazer uma grande diferença no número de acessos.

Este é o “caminho das pedras” para escrever bem um conteúdo para internet. Agora é com você aplicar as dicas e se possível compartilhar conosco os resultados que está conseguindo.

Quer receber mais conteúdo informativo e conhecer nossas novidades? Cadastre seu email no nosso site que vamos te deixar atualizado sobre o que rola de mais interessante por aqui.

Marcus Pereira
Marcus Pereira Seguir

Mkt Digital e Conteúdo @ Beracode

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar
Indicados para você