[ editar artigo]

Como escrever conteúdo para uma comunidade sem ser um especialista?

Como escrever conteúdo para uma comunidade sem ser um especialista?

Como escrever posts para uma comunidade? Esta é uma dúvida bastante recorrente entre os participantes de comunidades. Assim como consomem textos bem estruturados, muitas pessoas também anseiam em escrever algo que seja relevante. No entanto, quando elas estão em frente ao teclado...

É comum e bastante normal sentir essa dificuldade em escrever posts. No entanto, as pessoas que querem participar ativamente das comunidades, precisam entender o mecanismo principal de todo este processo: relevância.

Aliás, pessoas que querem ampliar seu networking e criar mais oportunidades para gerar negócios ou conquistar mais chances de prosperidade devem aproveitar ao máximo o ambiente de uma comunidade.

Produzir conteúdo em uma comunidade gera autoridade e destaque

Quando você escreve para uma comunidade, pode despertar nos leitores uma grande confiança, principalmente se aquilo que você está dividindo em seu texto puder gerar alguma transformação.

Imagine uma comunidade aonde há grande poder de acesso. Esta comunidade é visitada, diariamente, por mais de 10 mil pessoas. Dentro dela há inúmeros artigos que trazem conteúdo relevante para empreendedores. Lá eles podem aprender sobre tudo o que é relevante para a realização de seu negócio. Sabe quem faz estes textos? Outros empreendedores. Eles dividem conhecimento e experiência acerca o mundo dos negócios.

Nesta comunidade de destaque também há grandes oportunidades para empreendedores se conhecerem. Empresas, marcas, produtos e serviços também podem ser conhecidos ou reconhecidos como solução. E tudo isso através de posts de textos que estão sendo produzidos pelos próprios membros. Não seria extraordinário se essa ambiente existisse? É tão extraordinário que já existe. Ela é a Comunidade Sebrae.

O mundo do empreendedorismo da beleza está desgastado? Imagine, portanto, uma comunidade que possa trazer muitas experiências de cabeleireiros abordando assuntos de colorimetria ou produtos e cosméticos para cabelos. E se essa comunidade também trouxesse aprendizado através dos textos veiculados lá? Esta comunidade também existe.

Ela é a Equipe Valente. Os cabeleireiros que começaram a postar textos acabaram se tornando referência para os mais de 10 mil membros. E quando há autoridade, há oportunidade. Estes cabeleireiros que se destacam, estão recebendo propostas para palestrar em eventos de profissionais da beleza. Veja como a comunidade pode dar tanta chance para quem produz conteúdo.

Como criar comunidades relevantes?

Em Tempos Modernos, o trabalhador faz uma ação fundamental para o processo fabril. No entanto, tal como é evidente na cena aqui posta, o trabalhador não sabe sequer o resultado daquela ação, porque ele não vislumbra o que acaba realizando. Ele apenas aperta porcas. Isso pode acontecer por um tempo, mas o tempo todo não. É impossível fazer algo sem compreender o propósito daquilo.

Quem cria uma comunidade, precisa entender que ela deve ser relevante para os membros . Qual é o valor mais importante para se agrupar pessoas? Propósito!

Há uma incrível necessidade humana de pertencimento. Isso é evidente quando pensamos na mitológica maçonaria. Veja quanta lenda pode existir associada a esta entidade. Isso porque ela, provavelmente, carrega uma grande relevância para as pessoas que tiveram ou têm essa experiência. Mas por que há por parte da grande maioria o desejo por ingressar em tal grupo? Porque elas entendem que o propósito pode trazer sentido para a vida deles.

É exatamente isso o que a sua comunidade precisa defender. Propósito. Sem esse valor máximo, as pessoas não entendem a relevância de uma iniciativa como essa. Ela deve trazer algum propósito valioso para engajar pessoas. 

Como construir um propósito para sua comunidade?

A razão de existir de uma comunidade, basicamente, é a sua capacidade de criar um propósito claro e objetivo. Entender a formação deste propósito também é válido para ajustar seus objetivos de sustentabilidade financeira.

Um método para identificar o propósito da sua comunidade é responder a perguntas como estas:

  • A sua comunidade ensina algum conhecimento que gera transformação
  • Ela privilegia fontes de informações que tragam novidades?
  • Propõe troca de experiências?
  • Facilita o acesso a algum conhecimento específico?
  • Defende valores éticos que influenciam alguma atividade?
  • Ela promove qualidade de debate e responsabilidade cívica?
  • A sua comunidade contribui em algum aspecto para outras comunidades?

Estas perguntas podem ajudar no processo de identificação do propósito. Mas vale também ler mais sobre o conceito de propósito, afinal de contas, há uma vasta literatura com pontos de vistas diversos que podem trazer a você ainda mais condições para a identificação do propósito.

Com a autoridade definida, os próprios participantes têm claro aquilo que pode ser abordado dentro do ecossistema de sua comunidade.

Qual o tamanho ideal dos textos para uma comunidade?

Isso quem determina é o próprio texto. Há vários mitos sobre este aspecto. Pessoas dizem que a qualidade do texto está atrelada ao tamanho. No entanto, há textos geniais que podem ser otimizados em um parágrafo de quatro linhas.

Mundo, mundo, vasto mundo

Se eu me chamasse Raimundo, seria uma rima não uma solução.

Mundo, mundo, vasto mundo. Mais vasto é o meu coração.

O que define a relevância do texto é a capacidade de comunicação. Obviamente, dependendo do propósito do texto, há uma necessidade de defesa mais qualificada sobre um ponto de vista. No entanto, há outros textos que trazem informações simples, porém, de grande impacto comunicativo.

Vale você, como gestor da comunidade, fazer o esclarecimento sobre estes aspectos. Convide as pessoas a escrever. Você pode ajudá-las a escrever sobre determinados temas. Além disso, você também pode definir com a pessoa convidada um prazo para fazer este texto. Assim você dá a ela uma motivação sobre a realização de seu texto.

Deixe claro para as pessoas que o mais importante nos posts é o conhecimento. Elas podem ser relevantes para outras pessoas com suas experiências e seu conhecimento técnico, acadêmico, científico ou vivencial.

Vale qualquer tipo de texto?

Claro que vale, desde que ele se sustente sobre o propósito da comunidade. Há também alguns aspectos técnicos para preservar a sua capacidade de comunicação. Por isso, é importante que seu texto tenha algum tipo de revisão. Isso porque devemos ter também alguns parâmetros, respeitando as normas da língua portuguesa para se fazer entender.

É bom pedir para alguém fazer uma leitura para apontar alguns equívocos que possam existir. Vale lembrar que não se trata de status quo sobre a sua capacidade de criar um texto, mas da preservação do extrato de comunicação que exprime o texto.

Além disso, pessoas gostam de regras. Isso faz com que haja cumplicidade sobre um ambiente controlado. Anarquia não funciona nem no ambiente virtual. Por isso, você deve deixar claro os critérios para aprovação de posts e textos. 

Vale publicar outros formatos de conteúdo?

É claro! Você pode orientar as pessoas que se sentirem mais livres a produzir outros tipos de linguagens de comunicação. Hoje em dia temos inúmeras formas acessíveis para criar conteúdo. Algumas delas são:

  1. Textos

  2. Locuções

  3. Podcasts

  4. Vídeos

  5. Animações

  6. Slides

  7. E-books

  8. Imagens

Estes exemplos são bastante consumidos já por todos, principalmente nas redes sociais. Nas comunidades, estas variações de linguagens também podem ser de grande vantagem. Lembre de incorporar estes formatos em suas postagens como moderador da comunidade. Elas serão importantes para estimular a criação de conteúdo por parte dos outros membros.

Para todos os gostos. É assim que você deve entender a produção de conteúdo de sua comunidade. Obviamente, os próprios participantes irão privilegiar o acesso a alguma destas modalidades de linguagens, assim você terá condições de também aumentar ou diminuir a produção de determinada modalidade para melhorar a performance de engajamento.

Defina bons títulos para seus textos

Títulos de conteúdos precisam estar atrelados a chamadas de expectativas. Quando você consegue criar interesse das pessoas sobre o título, o texto é lido e gera resultados de engajamento.

Geralmente, estes títulos estão baseados nas necessidades dos participantes. Quanto maior for sua capacidade de criar títulos como chamadas para ação, maior será sua capacidade de adesão sobre a leitura de seus posts.

Encare o título como um desejo de interesse das pessoas. Afinal de contas, o que elas estão procurando ao ponto de ter interesse sobre este título? Ele está propondo a resolução de alguma coisa? Ele quer informar algo relevante?

  1. Tudo sobre isso...

  2. Como fazer isso...

  3. O que é isso...

  4. Como isso serve para sua vida...

Estes são exemplos de inícios de sentenças que propõem algo. Não que este formato seja regra, mas ele define um caminho para o entendimento do interesse.

Como construir resultados a partir da comunidade?

É pela produção de conteúdo que os resultados são construídos. No entanto, para que haja resultados, você deve estar alinhado com os interesses e o propósito que define o DNA de sua comunidade.

Por isso, é importante você entender como estes dois elementos se conversam entre si. O propósito não pode existir sem uma definição sustentável para a sua prática, seja ela no ambiente virtual ou offline. O propósito é quem engaja, enquanto o resultado é aquele que transforma o engajamento em sustentabilidade.

Além disso, as comunidades também são vetores para interesses. As pessoas que desejam ou necessitam de algo podem encontrar no ambiente da comunidade a oportunidade que precisam. Por isso, ao idealizar sua produção de conteúdo, você precisa entender que ela deve estar alinhada com o propósito e planejada para estimular o resultado.

O importante é perceber que sua produção de conteúdo deve atender aos interesses do resultado. No entanto, sempre com o cuidado de não trair as expectativas dos participantes. 

Os conteúdos precisam entregar aquilo que prometem no título. Caso contrário, será somente um chamariz pouco atrativo, porque não entrega nada, só cria ponte para uma armadilha de consumo. Cuidado com isso!

A prática da escrita é um ótimo exercício para a sua comunicação. Com esse exercício diário, você entenderá como seus textos serão mais fortes e mais interessantes para os leitores. Além disso, ainda aprenderá também a ser inspirador e facilitará ainda mais a adesão de outros produtores de conteúdo.

Que tal começar a produzir agora mesmo? É só clicar ali em cima em Escrever!

Marketing de Engajamento
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler matéria completa
Indicados para você