[ edit article]

O que é inbound videos?

O que é inbound videos?

Inbound videos são formatos de vídeos com grande poder de persuasão sobre determinado resultado planejado pelo produtor ou produtores de conteúdo. Este tipo de produção de conteúdo é bastante usada já em metodologias consagradas de vendas e lançamentos de infoprodutos.

Certamente, podemos compreender que a capacidade de comunicação, através de linguagem audiovisual, que possibilita jornadas de interesses capazes de construir relevância, através de conteúdo propositivo, para alguma transformação, aprendizado ou informação privilegiada pode ter grande aproximação com o significado da expressão Inbound Marketing.

Inbound Marketing ou Inbound Videos?

São conceitos recentes do marketing digital que configura alguma jornada de experiências sobre os interesses estimulados a leads (internautas). 

Ao pé da letra, o significado do termo inbound marketing quer dizer entrada para o mercado. É disso que estamos falando. E Inbound videos? Entrada para o vídeo.

Imagine uma trilha. Essa trilha é percorrida pela pessoa à medida que ela é persuadida e estimulada a partir de seus interesses. Ao final desta trilha, conforme se planeja em estratégias de marketing, a pessoa recebe uma orferta.

Como os vídeos têm um grande poder de interesse por pessoas, a linguagem audiovisual conquista mais sobre as outras linguagens produzidas. Por isso, vídeos são grandes ferramentas de conexão dentro de uma campanha de marketing com a metodologia inbound marketing.

Isso também é funil de vendas

Os agentes mais experientes em produção de conteúdo, certamente, idealizam até a figura bastante difundida do funil de vendas. Isso porque essa representação demonstra visualmente o esquema construído para a conversão de resultados dentro das experiências de marketing.



A metodologia Inbound Marketing, associada com engajamento e resultados sobre conversão de resultados é uma técnica de comunicação com grande poder de engajamento. Ela é um processo de marketing com alto poder de conversão e conexão com os clientes da empresa ou os empreendedores de negócios online.

Antes de continuar respondendo esta pergunta, preciso deixar claro que compreendo o significado do conceito inbound marketing. Afinal de contas, é uma metodologia de tração que engloba diferentes processos de comunicação, inclusive a produção de vídeos.

Experiências de marketing com Inbound Videos

Inclusive, temos cases de sucesso com canais de YouTube que exemplificam uma atração de pessoas usando mecanismos técnicos de comunicação para gerar engajamento e criar resultados, tal qual toda a metodologia inbound marketing faz.

Como objetivo de compreender o vídeo se realmente era uma linguagem poderosa, percebi que este tipo de discurso audiovisual já estava sendo usado (provavelmente de forma instintiva ao DNA de alguns produtores de conteúdo), como uma metodologia extremamente similar ao inbound marketing.

YouTubers e influencers produzem Inbound Videos

imagem em http://www.veja.com

Essa também era a forma como os YouTubers encontraram para gerar inscritos em seus respectivos canais. Exemplos como Kéfera, Felipe Neto, Galo Frito, Desce a Letra, Rafinha Bastos e tantos outros precursores da primeira geração de produtores de conteúdo usaram essa metodologia para tracionar os inscritos.

Ao ter contato com os infoprodutos e a metodologia da fórmula de lançamento, também compreendi que ali havia muito da linguagem audiovisual sendo usada para atrair interesse das pessoas.

Por que chamar de Inbound Videos?

Quando resolvi cunhar a expressão Inbound Videos, entendi que precisava conceituar uma metodologia de atração realizada, principalmente, por vídeos. Mesmo entendendo que o inbound marketing agrega essa linguagem, senti falta de algo conceitual para expressar resultados semelhantes sem as ferramentas virtuais atreladas, diretamente, ao resultado almejado.

E o resultado destas conversões seriam em forma de engajamento expressado por inscritos, fãs, cadastros realizados, participantes de eventos online e offline ou outro tipo de comportamento focado na ação pelo estímulo de audiência.

Estratégias SEO e Inbound Videos

O que era para ser uma metodologia, exclusivamente, materializada no funil de vendas, aplicável com ferramentas SEO e captura de leads, hoje pode ser replicada também com a linguagem audiovisual.

Em todos os lugares somos atingidos por vídeos

Hoje em dia, somos bombardeados por vídeos. Quando se fala em ambiente online, pode ter certeza que haverá algum local que estará preparado para rodar algum vídeo. Até mesmo no Spotfy.

As redes sociais estão cada vez mais audiovisuais. E o que poderia ser já um ambiente saturado, ficará cada vez mais associado a vídeos. Estou falando das geladeiras da Samsung, que trazem interfaces visuais para rodar vídeos nas portas de seus eletrodomésticos. Pelos vídeos, haverá a inserção de propagandas, principalmente, quando a pessoa estiver conectada com a loja online de mantimentos.

E este é só um exemplo superficial do que ainda virá. Cada vez mais as pessoas procurarão vídeos pela instantaneidade de suas interpretações comunicativas.

Por que as pessoas têm facilidade em corresponder a metodologia Inbound Videos?

Estudos apontam que o ser humano é reativo pela necessidade. Do contrário, ele está suscetível a executar ações que lhe deem maior conforto, exijam menor esforço e tragam a ele uma melhor aproveitamento de seu tempo. Isso é natural.

Portanto, é natural também que a grande massa de pessoas procure linguagens mais fáceis, cognitivamente, de serem absorvidas por seu exercício de reflexão.

Entre um texto e um vídeo que tenha a mesma temática, as pessoas preferem a experiência do vídeo. Por isso, a metodologia Inbound Videos acontece de forma tão eficiente.

As redes sociais se adequaram a demanda dos internautas

Como objetivo de tornar a vida das pessoas mais fáceis também, as redes sociais precisaram se adequar à demanda que os internautas promoveram ao privilegiar plataformas de vídeos, tal como o YouTube. Não a toa ele foi vendido ao Google por sifras bilionárias, mesmo sem dar lucro.

O Facebook também foi incorporando a inclusão de vídeos em sua rede, assim como o Linkedin, o Twitter e até o Instagram. Acontece que estas redes sociais, mesmo com grande audiência, entenderam que as pessoas ainda assim queriam cada vez mais experiências audiovisuais.

Logo, a tecnologia também se adequou a essa demanda e o desenvolvimento de smartphones com câmeras acopladas cada vez mais poderosas foram disponibilizadas.

A eficiência da metodologia Inbound Videos tem sentido dentro deste universo totalmente conectado com a linguagem audiovisual.

Há procura de conteúdo por vídeos. Certamente, este processo só tenderá a se aprofundar ao ponto de haver acesso a videos em ambientes cada vez mais inóspitos do cotidiano.

E como criar inbound com a linguagem audiovisual?

Inbound Vídeos é a capacidade de comunicação, através de linguagem audiovisual, que possibilita jornadas de interesses capazes de construir relevância, através de conteúdo propositivo, para alguma transformação, aprendizado ou informação privilegiada.

Um exemplo claro de inbound vídeos são as sequências de vídeos que acompanham lançamentos de infoprodutos. São jornadas, geralmente de 4 vídeos, que criam interesse usando a medida das temperaturas de interesses.

Crie a jornada das experiências

Para planejar de forma eficiente, você precisa entender o processo de interesse que as pessoas têm diante os temas mais interessantes sob seu ponto de vista.

Se uma pessoa tem interesse por tecnologias e inovação, você precisa entregar a ela como primeiro ponto de contato algo de grande valor dentro deste tema. Qual seria esse grande valor? Informação de grande poder de comunicação e interesse. Como escolher este tema ou informação de grande poder de interesse das pessoas?

Certamente, estas pessoas terão o maior interesse em ler ou assistir conteúdo que seja de grande poder de transformação, de informação privilegiada ou de uma provocação reflexiva original.

Elas se conectam quando sentem afinidade pelos protagonistas e quando são abordadas de forma programada a saber mais sobre determinado eixo temático.

Gere valor com o conteúdo de grande poder de transformação, informação privilegiada ou reflexão original sobre o eixo temático

Este grande poder de informação a gerar valor é o primeiro contato entre o protagonista do conteúdo e o internauta. Isso gera afinidade, conexão emocional e interesse por mais conteúdo. Isso é engajamento. Isso é fidelização.

Vídeos melhoram as conexões emocionais entre pessoas

É notório no universo do marketing de engajamento que a linguagem de vídeos traz maior facilidade sobre as conexões emocionais das pessoas atingidas. As redes sociais potencializam mais ainda estes resultados.

Quem constrói uma estratégia de engajamento baseada na produção de vídeos tem grande expressão em seu segmento, claro que criando roteiros maduros de comunicação em sua retórica.

A partir do contato inicial, como objetivo de aprofundar o internauta em seu volume de conteúdo, certamente, para o encantamento, o conteúdo precisa gerar maior valor ainda. Significa que os produtores de conteúdo precisam demonstrar seu domínio sobre o tema ao qual estão produzindo.

Sabe por que essa dinâmica precisa se aprofundar no tema abordado? Porque as pessoas tem essa demanda também. Caso você não entregue essa jornada, elas se sentirão frustradas e o que era encantamento, pode virar veneno.

Inbound Vídeos pode ser usado para vídeos animados?

Sim. Claro que podem. O segredo da metodologia está na concepção criativa de comunicação, ou seja, no roteiro. Claro que vídeos com linguagens diferentes têm impactos diferentes. Explicarei mais isso quando estiver abordando os tipos de vídeos ainda neste texto, por isso você deve ler até o final este post.

No entanto, uma coisa é bastante similar em todos os vídeos que se antagonizam pelas linguagens usadas: roteiro. Quando estamos falando de roteiro, precisamos entender que neste ponto existe a criação de conteúdo. E assim, você pode prever as temperaturas emocionais das pessoas (ou como queira chamar seus leads, avatar, persona, etc), quando estiver determinando os objetivos de cada peça audiovisual.

Essa relevância para mim é tanta que acabei fazendo uma ferramenta exclusiva que uso constantemente em minhas produções de vídeos. Assim, sei como determinar os resultados esperados na hora de criar uma veiculação, seja qual for a plataforma ou rede social.

Quero que você use essa ferramenta, pois ela é fundamental para você não errar na produção de conteúdo com linguagem em vídeos.

ACESSE A FERRAMENTA DE CRIAÇÃO DE ROTEIRO PARA EMPRESAS

É muito importante, como você pode ver, que o vídeo que está planejando fazer para sua empresa seja vencedor desde o início.

Com a ferramenta de criação de roteiro para empresas, você pode montar seu script usando o conhecimento e aprendizado que tiver com a experiência disso. Não desanime e tente ao máximo seguir as instruções que a própria ferramenta dá para você criar roteiro.

Não precisa ser um especialista na linguagem para usar esta ferramenta, no entanto, quanto mais você agregar valor na produção de seus vídeos, mais trará resultados imediatos. No entanto, você também não pode se privar destas estratégias caso tenha dificuldade em investir agora.

Inbound Videos também validam ideias?

A metodologia do Inbound Marketing é também uma grande ferramenta de validação de ideias e projetos, mas a metologia.

Geralmente, o inbound marketing está atrelado a um sistema de captura de leads dentro de sua rede social, blog, comunidade ou site. Assim, você pode entender como as pessoas querem corresponder a partir de suas reações. Você também pode analisar a resposta que elas dão sobre validação de produtos ou serviços.

Caso elas criem o comprometimento com algum formulário disponível neste sistema, você entenderá qual é a força de engajamento que ela tem para poder provocar um caminho de conversão de resultados.

Esta conversão de resultados pode ser a inscrição dela no seu canal de YouTube, pode ser o cadastro dela em sua comunidade, pode ser a curtida dela em sua fanpage ou mesmo pode ser ela comprando o produto ou serviço que você dispôs no final do funil de relacionamento.

A maestria do papao do SEO em Inbound Videos

Neil Patel, importante contribuinte produtor de conteúdo do marketing mundial, compreende que as pessoas se conectam com maior facilidade em seus conteúdos em vídeos.

Com esta habilidade de validações, Neil Patel também divide bastante de suas descobertas no YouTube e por grande parte de seus conteúdos, ele gera estímulos de interesses para vender seus produtos de marketing digital sem nunca falar em vendas.

O planejamento de suas ações  e conteúdos são baseadas em processos de Inbound Videos, porque ele faz vendas sem levar as pessoas a funis de vendas com ferramentas de autoresponders.

Com esta maneira, o processo orgânico de compartilhamento se torna mais importante pelo conteúdo. Porém, por diversas vezes, Neil Patel vende sem que as pessoas enxerguem esse estímulo como venda. Isso é Inbound Videos.

A venda é feita para fãs, seguidores e defensores

Quem não gostaria de vender seus produtos para pessoas totalmente engajadas e fãs de seus produtos, serviços ou marca? Não foi assim quando a Apple surgiu, novamente, como uma estrela nas trevas dos engajados por tecnologia e inovação? Era isso que Steve Jobs fez quando lançou o Iphone.

É assim que Neil Patel faz quando engaja seus clientes por conteúdos incríveis técnicos de estratégias SEO e processos de marketing de conteúdo difundidas em marketing de engajamento.

A venda é feita sem um funil de autoresponder ou ferramentas de email marketing. E tudo é incrível para os clientes e para o produtor de conteúdo. A venda é feita somente para fãs e seguidores daquela doutrina de conteúdo! Viva!

Em cada vídeo há um estímulo cada vez maior e mais forte para a aquisição daquilo que ele deseja oferecer aos seus clientes em forma de seguidores, inscritos e fãs.

Por isso, não precisamos usar esta metodologia somente para aumentar vendas, mas também para gerar engajamento sobre redes sociais, ações de marketing de conteúdo ou mesmo divulgar algum tipo de ação online ou offline.

O interessante é você compreender como este sistema de relacionamento com pessoas pode ser aplicado ao seu negócio. Inclusive, mesmo antes de existir um negócio, você pode validar suas ideias empreendedoras ou mesmo determinar um Minimum Viable Product.

Validação de ideias para negócios com Inbound Vídeos e Inbound Marketing

Quem constrói engajamento na fase inicial de um negócio, principalmente na validação de uma ideia, faz a aceleração desta empresa ser meteórica.

Isso porque esta experiência de validação protege os investimentos desde o início da jornada empreendedora. E o Inbound Vídeos pode ser uma metodologia extraordinária neste aspecto.

Existem empreendedores que tornam seu negócio viável fazendo as alterações entendendo a validação e construindo um produto ou serviço que tenha necessidade ou desejo. Mas isso é possível quando há um canal de comunicação materializado.

Canais de YouTube costumam ser este veículo, pois têm toda a atmosfera e agregam o ecossistema das buscas do Google. Porém, as experiências do Facebook sobre os usuários desta rede social, atrelados aos dados do Instagram, WhatsApp e seus periféricos também são relevantes para ter feedback na fase da validação.

Validações de produtos e serviços também são fases delicadas dentro do processo de análise para melhor potencialização dos investimentos envolvidos. Por isso, quem constrói estas estratégias precisa ter total domínio sobre os resultados esperados. No entanto, também deve compreender as informações que poderão revelar efeitos contrários.

Tipos de vídeos para Marketing de Engajamento

Nesta altura, você já compreendeu como é impactante uma campanha audiovisual com a estratégia de inbound vídeos.

Vídeos são instrumentos de comunicação que servem para o engajamento de pessoas que se interessam pelo seu negócio. Por isso, eles se assemelham em seus objetivos, entregando oportunidades de conexões emocionais e sensitivas, independente de seu estilo ou técnica de produção.

Vídeo de Animação

Vídeos que apresentam animação dentro de suas produções de conteúdo, interagindo ou não com elementos não animados, porém imersos na narrativa. Vídeos de animação são um espetáculo visual que chama atenção e têm grande força de interesse.

Afirmo isso porque sei da importância de um vídeo animação dentro do leque de possibilidades dentro das produções. Quem demonstra isso melhor é Felipe Castanhari com o canal Nostalgia.

Dentro de suas produções de conteúdo, Felipe também produz a série Nostalgia Ciência. Assim, ele usa muitas animações associadas a sua proposta de valor.

Vídeos de animação são bastante ricos, porém, existe o problema para empreendedores de poucos recursos ou investimentos que exige mais valor monetário agregado.

Isso quer dizer que este tipo de vídeo custa bem mais que um vídeo somente atrelado a captura de imagens. Você pode perceber como este tipo de peça audiovisual depende demais de edições qualificadas. E a mão de obra para realizar esta produção é bastante valorizada. Portanto, saiba como isso pode gerar retorno sobre o investimento que precisará aportar.

Vídeo Motion Graphics

Videos de Motion Graphics são vídeos que qualificam elementos de design capazes de interagir entre si para criar movimento e ação dentro de um contexto de comunicação. Hoje em dia, o vídeo de motion graphics pode ser um recurso bastante apurado dentro de uma produção de conteúdo.

Existem grandes estudos neurolinguísticos que podem ser usados para criar discursos subliminares dentro deste tipo de vídeo, porém, não pode ser recomendado esta prática por ser bastante delicado do ponto de vista de confiabilidade. Nunca abandone a ética para criar algum tipo de atração diferente daquela que está agregada a entrega de valor.

Outro ponto a ser destacado dentro deste tipo de linguagem é o alto custo de produção. Uma vez que você idealize o roteiro, a produção de vídeos neste estilo são totalmente associados a tempo de execução das edições. E dependendo da qualidade, volume de elementos e tempo de vídeo, isso pode ser bem caro. Os investimentos podem triplicar ou até serem superiores a isso quando comparados a vídeos de captura de tela.

Claro que existem alternativas para a montagem de teasers, mas nestes tipos de vídeos breves é muito difícil de conquistar as conexões emocionais capazes de criar impacto dentro da estratégia de Inbound Marketing ou mesmo dentro da jornada com Inbound Vídeos.

Vídeos de motion graphics podem ser também recursos de engajamento para criar empatia usando algum sistema de tutorial ou apresentação de um mecanismo subjetivo. Exemplo disso são as apresentações de startups.

Vídeos de Palestras

Os vídeos de palestras são muito interessantes porque criam um ambiente de estudos e reflexão sobre determinado tema. O que mais chama atenção neste tipo de vídeo é que gera uma incrível autoridade para quem é o protagonista do vídeo.

Neste vídeo, postado no canal do YouTube do TED TALKS, Adam Grant fala sobre o altruísmo como vantagem para acelerar uma empresa, desde que se construa no DNA desta organização um ambiente de doação de conhecimento. Ele também fala sobre a doação de conhecimento em outros ambientes entendendo que quem precisa de ajuda, geralmente, não pede ajuda, mas se beneficia profundamente das oportunidades de conhecimento compartilhado. Vale a pena assistir.

Um nome que se beneficiou muito deste formato, muito mais pela sua capacidade incrível de se comunicar e com um imenso repertório cultural, foi Leandro Karnal, pois suas palestras se tornaram grandes vídeos e grandes experiências de aprendizado.

Vídeos de Palestras são ótimas provas de autoridade. Isso porque eles trazem alguns elementos de prova social e de autoridade sobre determinado assunto. E este tipo de vídeo pode ser usado para atrair pessoas a um funil de conversão.

Exemplos como estes estão aos montes nas redes sociais e na internet. Ambientes antes limitados, hoje são referências de oportunidades de aprendizado com vídeos de palestras e aulas.

Exemplo disso é o canal de YouTube da USP.

Outro exemplo é o canal de YouTube do Café Filosófico.

E tantos outros exemplos estão à disposição para você conferir.

Aí vem a pergunta que Adam Grant faz no seu vídeo: você é um doador ou um aproveitador? Percebe como existe um grande valor nesta pergunta? Você consegue entender o quão é relevante seu conteúdo para as pessoas que desejam conhecer você, sua empresa ou a oportunidade que você deseja oferecer?

Vídeos de Autoridade

Vídeos de autoridade são aqueles que privilegiam os protagonistas. E quem são estes protagonistas? São aqueles que considero serem especialistas nas áreas que atuam.

Empreendedores usam estes tipos de vídeos para criar empatia com a audiência que tem necessidade de conhecimento. São especialistas no segmento que atuam e criam pontos de contatos a partir de suas redes sociais ou plataformas de comunicação.

Vídeos de autoridade são usados inclusive pelo autor do best seller O Mensageiro Milionário, de Brandon Burchard. Em seu canal do YouTube, ele mostra como os expert's podem criar vídeos para trazer conhecimento sobre suas experiências. Assim, ele também demonstra como pode ser uma boa estratégia de vídeos baseada no conceito de Inbound Vídeos.

Brandon, assim como outros especialistas, usam metodologias para também potencializar seus respectivos infoprodutos. E um dos processos mais visíveis são os chamados lançamentos de produtos baseado no conceito da Fórmula de Lançamento.

Inbound Vídeos está totalmente presente nestes métodos de impacto para criar empatia com um público necessitado por conhecimento, aprendizado e transformação. Há uma sequência de vídeos que surgiu como sequência de emails, porém, com a linguagem audiovisual, os resultados de engajamento se tornaram bem mais expressivos.

Um grande parceiro meu, Alejandro Valente, usa muito este sistema de vídeos para evidenciar para sua audiência todo o conhecimento adquirido ao longo de uma carreira como hair stylist. Ele hoje é educador, graças a estratégias de Inbound Vídeos que construí para ele em seu canal de YouTube.

Este estilo de vídeo também pode ser um grande recurso para apresentação de pitchs virtuais, ou mesmo apresentação de startups capazes de trazer soluções inovadoras.

Exemplo deste tipo de vídeo associado a startups é o vídeo no canal do Beracode. Luciano Kalil, CEO do Beracode, mostra como o sistema de engajamento dentro das comunidades pode ser um grande recurso para o público que pode se interessar por sua marca ou empresa.

Vídeos Virais

Vídeos Virais são ótimos vídeos para iniciar uma atração para a trilha de construção de audiências. São vídeos que não precisam de força para compartilhamento orgânico, pois sua história representa esse interesse. Mas, ao contrário do que muitos acham, vídeos virais são bem mais complicados de fazer do que aparentam.

Para se construir um vídeo viral, você precisa criar uma correlação de fatores, inclusive a sorte. Sabe aquele vídeo que tem um registro muito peculiar e que causa uma transformação, ligado diretamente aos sentimentos e emoções humanas?

É isso mesmo. São virais porque provocam algum tipo de histeria emocional criando um desafio, provocando uma reflexão ou criando a catarse.

Exemplo disso é o viral criado pelo canal Boom:

Como você pode ver, os vídeos virais são peças únicas que causam um impacto imediato. Outro exemplo disso é o case de sucesso da Hyundai. Uma produção semelhante a de um filme cinematográfico que alcançou até agora cerca de 72 milhões de visualizações contabilizadas no YouTube.

Virais são mesmo vídeos extremamente pensados e de grandes produções, seja no âmbito regional, nacional ou internacional. No entanto, mesmo você produzindo algo semelhante, o seu viral pode não corresponder às expectativas.

Da mesma forma que o vídeo viral pode realmente viralizar, ele também pode não gerar a conexão necessária para ser compartilhado de forma orgânica.

Foi o que aconteceu com a campanha de viral produzida pela CCAA. Na peça audiovisual, o ator Owen Wilson era resgatado por brasileiros que não conseguiam falar inglês fluente. A chacota era tanta que o vilão decidiu liberar os mocinhos com pena dele.

A repercussão na mídia especializada em marketing foi ampla. No entanto, o vídeo não gerou compartilhamentos orgânicos necessários para decolar.

Pode conferir o vídeo clicando aqui.

Mas a repercussão nas redes sociais com os micro virais foi excelente. Isso porque os mini teasers foram produzidos com a linguagem despojada da internet. Os internautas se divertiram com a campanha periférica da marca.

Peculiaridades do Inbound Videos

Existem diversas formas de se construir Inbound Videos. Aqui darei um caminho, mas há inúmeras formas para produzir uma estratégia destas de marketing. Porém, há também a necessidade de se estudar muito sobre o tema e sobre a forma como se abordar este tema.

Outro ponto que não pode ser esquecido pelo produtor que estiver planejando seu processo de Inbound Videos: qual o resultado esperado para você monetizar todo o investimento em audiovisual? Você precisa entender como construir engajamento para um fim lucrativo.

Não faça como tantos que se jogam em jornadas para construção de autoridade sem compreender que o Call to Action precisa prever retorno financeiro sobre este processo.

Como construir uma jornada de Inbound Vídeos?

Imagine um termômetro onde a escala mais fria é o início do interesse das pessoas em relação a sua empresa, negócio, produto ou serviços. Na temperatura mais fria, as pessoas ainda não conhecem o que você tem para oferecer.

E de acordo com o aumento das temperaturas, deixando o ambiente mais quente e o interesse das pessoas mais aguçado, você consegue criar uma série de conexões com o público.

A temperatura mais quente desta experiência é o momento onde você pode gerar conversões de resultados. Seja uma venda, seja um comando de inscrição no seu canal, seja uma curtida ou outra ação, você pode ter resultados neste momento.

Mas a jornada para construir este processo, esta jornada de aquecimento do público, não é algo a se fazer baseado em "achismos". Você precisa dominar as informações referentes ao ecossistema social destas pessoas, além de também dominar o conhecimento sobre a necessidade e os desejos do público. Isso não tira a responsabilidade de entregar o que tem de mais valioso, seja em forma de conhecimento ou produtos físicos.

A construção de uma jornada para aquecer a audiência deve levar em consideração o interesse delas perante sua inoperância sobre o tema. Elas ainda não têm o conhecimento ao qual você provavelmente tem como especialista na área que atua ou propositor de uma solução ao público.

Dica vencedora para você criar sua estratégia de Inbound Vídeos

Vamos imaginar o funil gerado pela jornada prevista com ferramentas de marketing de engajamento:

Este inclusive é o mesmo formato de funil que o Beracode, empresa parceira da minha agência de Inbound Marketing, usa em sua composição de comunidades.

1) Fase da Aquisição

A fase da aquisição é a fase do conhecimento. É o momento em que esta pessoa navega pelo conteúdo disponível, seja em sua comunidade, rede social, blog ou site.

No caso da estratégia de Inbound Videos, você deve ter vídeos já postados para que haja esta interação ao interesse do público. Não é pelo primeiro vídeo que há conexão, mas pela regularidade de postagens e pela composição de conteúdo no canal que você pode gerar conexões emocionais com o público.

Lembre de entregar seu melhor conteúdo nessa fase, afinal de contas, a pessoa precisa se engajar imediatamente pelo que você está oferecendo. Caso seu conteúdo não esteja sendo acessado, este feedback de interesses pode ser mudado por outro tipo de conteúdo.

A fase da Aquisição é importante porque você consegue compreender o que mais gera interesse sobre o segmento que atua. No caso da audiência ser de cabeleireiros, você deve criar um passo a passo sobre algum procedimento capilar, químicas cosméticas, ou até mesmo ensinar um corte de cabelo para que a pessoa sacie seu desejo emergencial do conhecimento procurado.

Caso a pessoa seja um psicólogo, o que ele pode entregar que seja relevante para as pessoas que precisam de seu conteúdo? Talvez algumas palavras sobre estímulos de mudanças de comportamento. Isso faz o psicólogo ser a solução imediata de alguma angústia.

Um exemplo muito prático do que estou falando é este vídeo abaixo que encontrei num momento que tentava meditar. Eu nunca consegui fazer isso, mas sempre entendi ser importante para ter um amadurecimento intelectual e saúde criativa.

Mesmo sabendo a metodologia do Inbound Vídeos e do Inbound Marketing, eu acabei sendo impactado pela minha necessidade de aprender a meditar. E este é o exemplo mais prático que eu poderia dar nesta fase.

2) Fase da Ativação

A fase da Ativação é a fase em que há um primeiro vínculo. A conexão começa a ser construída porque agora esta audiência começa a responder pelas interações. A audiência pode responder através de uma curtida, inscrição ou cadastro num formulário.

Depois que isso acontece, a audiência cria interesse pelo seu conteúdo e busca sanar o desejo de acessar mais. Aqui temos um público que se engaja pelos protagonistas, no entanto, pode se desmotivar caso não encontre mais conteúdo.

Esta fase mostra o quanto é importante você investir em periodicidade. Porque este processo de conexão emocional fica cada vez mais profundo à medida que esta pessoa surfa pelo conteúdo disponível em seus canais de comunicação. Caso você consiga encantar as pessoas, mas não invista na manutenção deste relacionamento usando calendário de veiculação, você desmotivará ela e seus esforços de atração serão em vão.

3) Fase da Retenção

A fase da Retenção é a fase que esta pessoa começa a se identificar mais profundamente com o conteúdo. Geralmente, esta pessoa tem acesso a um newsletter de interesse próprio.

Esta fase é também o momento que ela está bastante evangelizada ao ponto de ser uma pessoa que recomenda o conteúdo que você está produzindo. Ela se torna um defensor deste conteúdo de grande relevância para ela.

Esta fase mostra o quanto é importante associar este conteúdo em vídeo com ferramentas avançadas de SEO. Agora quanto mais você tiver o domínio sobre estes recursos de marketing digital, mais você terá amplitude em compartilhamentos orgânicos.

Esta fase também mostra como a temperatura desta pessoa está aquecida. Inclusive, esta audiência que está engajada também demonstra certa ansiedade pelo que você provavelmente está quase oferecendo.

Por isso, é importante entender que na hora de construir um planejamento você precisa conhecer estas fases. Assim, a jornada leva ao resultado e à fase 4.

4) Fase da Recomendação

Depois de consumir aquilo que você gostaria de oferecer, esta pessoa vira seu cliente. E mais que isso. Esta pessoa é uma cliente defensora que recomendará com toda paixão seu produto, serviço ou empresa.

Tome cuidado para não trair a sua audiência. Lembre que todos estão sempre acompanhando aquilo que você ou sua empresa faz nas redes de comunicação. E se as pessoas não converteram resultados no momento que você achou ser pertinente, não significa que ela não será uma futura conversão.

Resumo do Inbound Vídeos com Inbound Marketing (ou não)

Caso você tenha chance de aplicar todo esse conhecimento em suas estratégias de produção de conteúdo, gostaria de saber o resultado. Mande sua mensagem aqui que eu estarei a disposição para lhe dar os esclarecimentos adequados.

E vamos à luta!

Marketing de Engajamento
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso follow

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Continue reading
Suitable for you